quinta-feira, junho 13, 2024
spot_img
HomeBitcoinBitcoin HOJE (03/06/2024): Bitcoin sobe 11% em maio

Bitcoin HOJE (03/06/2024): Bitcoin sobe 11% em maio

Após uma sequência de sete meses de alta, o Bitcoin (BTC) registrou perdas de 14% em abril. Mas, em maio, voltou a se valorizar, registrando ganhos de 11%, segundo dados da exchange Coinglass. Nesta segunda-feira (03), o preço do Bitcoin voltou ao patamar de US$ 69.000 e marcou uma alta de 2,2% nas últimas 24 horas. 

Outras criptomoedas acompanham o Bitcoin

Mas quem teve um desempenho ainda mais impressionante no mês de maio foi o Ethereum (ETH). Ela teve a segunda maior valorização do ano, registrando alta de 24,4%. A cotação ficou atrás apenas dos 46,5% de fevereiro. O preço do ETH manteve-se acima dos US$ 3.800, com uma leve alta de 0,9%.

Entre as criptomoedas do Top 100, o destaque ficou com a Notcoin (NOT), que subiu 235% na semana, seguida pela JASMY com uma alta de 26,8%. No entanto, a JASMY abriu o dia em queda de 8% após uma grande empresa vender parte de seus tokens.

Na recente recuperação, o volume diário de transações da NOT disparou 220%, ultrapassando US$ 4,5 bilhões, tornando-a a quarta criptomoeda mais negociada da semana. Seu preço atingiu novas máximas, mantendo-se em alta mesmo durante os momentos de mais estabilidade.

Os analistas atribuem o aumento no valor da NOT à sua integração bem-sucedida com a extensa base de usuários da rede Telegram. A princípio, o airdrop da criptomoeda teve uma recepção morna, mas depois experimentou uma forte recepção positiva, refletida no aumento do preço da NOT.

Notcoin foi a criptomoeda que mais valorizou

Junto com a crescente popularidade da NOT, houve um aumento nas transações. A plataforma permite que os usuários ganhem tokens NOT por meio de jogos simples e conclusão de tarefas. Recentemente, a Notcoin introduziu “missões de ganhos”, permitindo a acumulação passiva de tokens e aumentando o engajamento dos usuários.

De acordo com a Lookonchain, um grande investidor que comprou NOT tem um lucro não realizado de US$ 862.000. Este investidor gastou 50.550 de TON (US$ 278.000) para comprar 46,4 bilhões de NOT antes do lançamento do token, e depois aproveitou a forte valorização.

A recuperação do Bitcoin em maio trouxe um otimismo renovado ao mercado de criptomoedas, enquanto a Notcoin se destacou com uma valorização impressionante, impulsionada pela integração com o Telegram. O desempenho das principais criptomoedas sugere um período de maior estabilidade e crescimento no mercado, refletindo um cenário positivo para investidores e entusiastas.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img