sábado, julho 13, 2024
spot_img
HomeBitcoinBitcoin ultrapassa os US$ 69 mil e bate o recorde de 2021

Bitcoin ultrapassa os US$ 69 mil e bate o recorde de 2021

O Bitcoin alcançou uma nova marca histórica nesta terça-feira (5), ultrapassando os US$ 69 mil. A valorização foi registrada em duas das três plataformas de dados acompanhadas pelo Valor Investe. Na Coindesk, o preço máximo das últimas 24 horas atingiu US$ 69.208, enquanto no CoinMarketCap, chegou a US$ 69.170. Devido à natureza descentralizada do mercado de criptomoedas, os valores podem variar entre as plataformas.

Imagem: Pexels / Karolina Grabowska

Bitcoin pode ser negociado com valor ainda mais alto

O último recorde havia sido estabelecido em novembro de 2021. Então, o lançamento dos ETFs de Bitcoin nos EUA impulsionou a demanda e os preços da criptomoeda, segundo André Franco, analista-chefe do MB.

Mas apesar da alta, há expectativa de volatilidade nos próximos dias. Após atingir os US$ 69 mil, o Bitcoin já era negociado a US$ 63.600 por volta das 18h30 (horário de Brasília), de acordo com o CoinDesk.

O próximo evento de “halving”, que reduz pela metade a emissão de novas moedas, pode impulsionar os preços novamente. Além disso, a expectativa de redução da taxa de juros nos EUA em março favorece ativos de risco, como ações e criptomoedas.

O ethereum, segunda maior criptomoeda em valor de mercado e volume negociado, também alcançou uma nova máxima histórica, chegando a US$ 3.800. O mercado cripto como um todo está otimista, e a possibilidade de ETFs de ethereum nos EUA anima os investidores.

No entanto, o caminho para a aprovação na SEC não deve ser fácil, similar ao ETF de Bitcoin. Ontem, a SEC adiou a decisão sobre o ETF de ethereum da Black Rock e também tem em sua mesa solicitações de outras gestoras, como Vaneck, Grayscale, Ark Invest e 21Shares.

Ou seja, assim como o Bitcoin, o ethereum também teve uma correção de preços e, às 18h30, era negociado a US$ 3.500. O mercado de criptomoedas segue volátil e sujeito a movimentos bruscos.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img