segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeBitcoinColômbia terá plataforma para negociação de criptomoedas

Colômbia terá plataforma para negociação de criptomoedas

O Grupo Bancolombia, um dos principais nomes do setor financeiro na Colômbia, anunciou o lançamento da Wenia, uma plataforma inovadora para operações com criptomoedas. A grande novidade é a introdução de uma stablecoin atrelada ao peso colombiano. A Wenia surge com o objetivo de incentivar as transações digitais no país. Assim, a plataforma promete oferecer uma gama completa de operações, adaptadas às necessidades individuais dos usuários. Além disso, o grupo planeja lançar uma criptomoeda vinculada ao peso colombiano.

Colômbia é conhecida por seus investimentos em criptomoedas

“Os usuários poderão comprar, converter, receber, enviar e vender ativos digitais. O Grupo lançará também seu primeiro criptoativo, o COPW, equiparado ao peso colombiano.”

Com foco na segurança, a Wenia foi desenvolvida seguindo as melhores práticas do setor. O CEO da empresa reforçou o compromisso em tornar o universo criptográfico mais acessível e inclusivo. Ou seja, a Wenia tem planos ambiciosos e espera atrair mais de 60.000 clientes em seu primeiro ano de operação.

Além disso, a plataforma, com interface intuitiva e abordagem educacional, pretende atender tanto especialistas quanto iniciantes em criptomoedas e blockchain. A Colômbia é uma das líderes no mercado de criptoativos na América Latina, ocupando a 3ª posição na região.

“Com a Wenia, fortalecemos a inclusão financeira e impulsionamos o desenvolvimento da economia digital colombiana.” – afirmou o presidente do Grupo Bancolombia.

No entanto, surgem algumas preocupações quanto à jurisdição da plataforma. Advogados alertaram que a Wenia, registrada nas Bermudas, está sujeita à legislação desse país. Então, caso houvesse alguma disputa legal ou reclamação, seria lá onde as questões seriam resolvidas.

Mas quanto aos ativos disponíveis, além do COPW, a Wenia oferecerá as criptomoedas Bitcoin, Ethereum, USDC e MATIC. Assim, para se cadastrar na plataforma, os interessados devem ser colombianos maiores de idade e seguir as instruções de inscrição disponíveis no site da empresa.

Enquanto isso, a receita gerada pela blockchain continua a crescer globalmente. No entanto, é importante ressaltar que as criptomoedas disponíveis na Wenia não são garantidas por nenhum governo ou seguro de depósito. Ela possui riscos associados à sua volatilidade e desvalorização como qualquer outra criptomoeda no mercado.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img