sexta-feira, maio 24, 2024
spot_img
HomeBitcoin“Pai Rico” revela o que faria em caso de crash do Bitcoin

“Pai Rico” revela o que faria em caso de crash do Bitcoin

Robert Kiyosaki, autor do renomado livro “Pai Rico, Pai Pobre“, compartilhou recentemente em sua conta no X, antigo Twitter, sua estratégia em caso de crash do Bitcoin. Ele reafirmou sua confiança na criptomoeda, assim como no ouro e na prata, como ativos sólidos de reserva de valor.

Imagem: Robert Kiyosaki / Divulgação

Cenário ruim para Bitcoin é oportunidade de comprar mais

Segundo Kiyosaki, em um cenário de queda acentuada do BTC, ele aproveitaria a oportunidade para comprar mais. O empresário destaca que essa é uma pergunta frequente de seus seguidores. Para ele, tanto o Bitcoin quanto o ouro e a prata são ativos em oferta durante crashes de mercado, o que os torna oportunidades de compra interessantes.

Em janeiro de 2023, Kiyosaki já havia expressado sua opinião positiva sobre o Bitcoin, chamando-o de “pechincha” quando estava sendo negociado em torno de US$ 24 mil. Mas hoje é o dobro desse valor. 

Ele alertou sobre a recessão global na época e enfatizou que momentos de crise são oportunidades para adquirir ativos como ouro, prata e Bitcoin.

Além disso, Kiyosaki utiliza suas redes sociais para abordar temas políticos, mostrando apoio a Donald Trump e críticas ao governo de Joe Biden. Portanto, ele defende o Bitcoin como uma proteção contra a desvalorização do dinheiro causada pela inflação. Robert Kiyosaki também critica o Federal Reserve e políticos que, segundo ele, manipulam a economia.

Assim, em suas declarações, Kiyosaki incentiva a compra de Bitcoin e metais preciosos, alertando para a importância de se preparar para possíveis crashes. Para ele, “é necessário agir antes que seja tarde demais”.Em resumo, o Bitcoin se tornou uma parte significativa da economia global, atuando como um investimento alternativo, reserva de valor e meio de transferência de valor. Sua natureza descentralizada e tecnologia inovadora o tornam um ativo atraente para muitos investidores. No entanto, desafios regulatórios e de aceitação ainda podem influenciar seu papel no cenário econômico mundial.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img