segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeMetaversoAlunos da SESI Escola SGA fazem experimento de expansão do metaverso

Alunos da SESI Escola SGA fazem experimento de expansão do metaverso

Os alunos da 1ª série do Ensino Médio da SESI Escola de Referência de São Gonçalo do Amarante realizaram um experimento inovador. Ele aplicaram conhecimentos de linguagens em uma expansão do metaverso. Na última quinta-feira (21), eles apresentaram os resultados desse projeto, desenvolvido na ferramenta Minecraft Education.

Imagem: FIERN / Divulgação

Aplicações do metaverso na educação são inúmeras

A iniciativa partiu dos professores Artuane Baracho, Laerty Ferreira, Guilherme Ribeiro e Wallace Adriano, como parte do planejamento pedagógico integrado da SESI Escola. Os professores desafiaram os estudantes a criar uma expansão do metaverso que incorporasse elementos relacionados ao surgimento e desenvolvimento das línguas portuguesa e inglesa. 

O desafio era para além de expressões artísticas e movimentos corporais. Os temas foram divididos em duas linhas temporais: antes e depois do período Barroco.

Os grupos apresentaram trabalhos originais e criativos, combinando diferentes gêneros textuais com a criação de um universo virtual. A professora Artuane destacou que esses resultados evidenciam a eficácia de abordagens pedagógicas que colocam o aluno como protagonista do seu processo de ensino-aprendizagem.

O Minecraft Education Edition, utilizado pelos alunos, é uma versão do jogo desenvolvida para uso em sala de aula. Mas com funcionalidades específicas para ambientes de aprendizagem. São mais de 600 lições e cursos que abrangem diversas áreas do conhecimento, como STEM, Programação, Aprendizagem Socioemocional, História, Línguas e Competências do Século XXI. 

Essa experiência exemplar demonstra como a tecnologia pode se aliar à educação de forma inovadora e engajadora.

Portanto, o uso do metaverso na educação brasileira traz uma série de benefícios significativos. Além de proporcionar uma experiência de aprendizagem imersiva e envolvente, o metaverso permite que os alunos desenvolvam habilidades criativas, colaborativas e de resolução de problemas de forma prática e interativa. 

Além disso, o acesso a recursos educacionais digitais e a possibilidade de simular cenários do mundo real ampliam as oportunidades de aprendizado. Isso faz com que a educação seja mais acessível e inclusiva. 

Assim, investir no metaverso para educação a torna mais moderna, envolvente, eficaz e alinhada com as demandas do século XXI.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img