segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeBitcoinBolsa de Valores de Londres abre portas para Bitcoin e Ether

Bolsa de Valores de Londres abre portas para Bitcoin e Ether

A Bolsa de Valores de Londres anunciou uma inovação significativa para o mercado de investimentos ao confirmar que permitirá a admissão de notas negociadas em bolsa respaldadas pelas criptomoedas Bitcoin e Ether. Este movimento é um marco importante, oferecendo aos investidores profissionais uma nova via para engajar-se na crescente classe de ativos digitais.

Notas de Bitcoin e Ether terão características específicas

Com previsão de início para o segundo trimestre de 2024, a LSE especificou que os detalhes exatos sobre o lançamento dessas notas serão divulgados em momento oportuno. Assim, as notas em questão terão características específicas para assegurar a segurança e a conformidade regulatória:

  • Elas serão não alavancadas, apoiadas integralmente por Bitcoin ou Ether
  • Os ativos subjacentes serão armazenados em carteiras offline (cold storage) em no mínimo 90% do total, ou sob arranjos equivalentes

Além disso, os custodiantes desses ativos deverão estar em conformidade com as rigorosas regulamentações anti-lavagem de dinheiro. A jurisdição para esses casos são: Reino Unido, a União Europeia, Jersey, Suíça ou os Estados Unidos.

Então, este anúncio surge em um momento propício, com o Bitcoin ultrapassando um pico histórico de US$ 71.000. É claro que o interesse pelas criptomoedas estão renovados. Investimentos em fundos negociados em bolsa de Bitcoin nos Estados Unidos já acumularam quase US$ 10 bilhões em capital nos últimos dois meses. 

Portanto, este influxo de capital tem contribuído para um robusto crescimento no mercado de criptomoedas. Mas a Autoridade de Conduta Financeira (FCA) do Reino Unido, em uma nota separada, expressou que, embora não se oponha à admissão dessas notas por bolsas reconhecidas, mantém a proibição de sua oferta a investidores de varejo. 

Ou seja, a FCA reitera sua posição de que produtos financeiros baseados em Bitcoin, como notas negociadas em bolsa e derivativos, não são adequados para consumidores de varejo devido aos riscos que apresentam.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img