terça-feira, maio 28, 2024
spot_img
HomeBitcoinBrasil lidera ranking de captação de criptomoedas com R$ 44 milhões

Brasil lidera ranking de captação de criptomoedas com R$ 44 milhões

Depois de uma grande sequência de várias semanas de saldo positivo, os investidores retiraram na semana passada perto de US$ 1 bilhão de produtos de investimento em criptomoedas. No entanto, contrariando essa tendência, o Brasil se destacou com entradas nos fundos e liderou os ganhos do período. 

Imagem: Shutterstock

Brasil lidera ranking de aporte de criptomoedas

Um relatório recente da CoinShares, gestora de ativos digitais, revelou que cerca de US$ 942 milhões foram retirados de fundos de criptomoedas em todo o mundo na segunda-feira (25). Enquanto isso, o Brasil teve entrada de US$ 8,9 milhões (R$ 44 milhões), seguido pelo Canadá, com US$ 8,4 milhões.

Assim, o Bitcoin (BTC), na semana passada, sofreu uma queda após atingir um novo recorde de preço no início do mês. Desde então, a criptomoeda conseguiu se recuperar e voltar para a faixa dos US$ 70 mil.

Mas apesar do resultado final negativo, os principais ETFs de Bitcoin continuaram a receber entradas, embora em volumes significativamente menores do que nas semanas anteriores.

Como resultado, a saída de US$ 1,99 bilhão do GBTC, da Grayscale, acabou por determinar o desempenho da semana passada. Mesmo assim, o iShares Bitcoin Trust, da BlackRock, teve entradas de US$ 828 milhões.

Antes das saídas da última semana, os investidores haviam estado colocando dinheiro em produtos de investimento em criptomoedas por sete semanas seguidas. Então, os recém aprovados ETFs de Bitcoin à vista têm sido particularmente populares.

De qualquer forma, 96% dos fluxos da semana passada foram de Bitcoin, que registrou saídas de US$ 904 milhões, enquanto até mesmo fundos que operam vendidos, ou seja, que apostam na queda do BTC, tiveram saídas, de US$ 3,7 milhões.

Ethereum (ETH), Solana (SOL) e Cardano (ADA) também sofreram, com fluxos negativos de US$ 34 milhões, US$ 5,6 milhões e US$ 3,7 milhões, respectivamente. 

No entanto, outras altcoins tiveram um bom desempenho, registrando entradas líquidas de US$ 16 milhões, destacando-se principalmente: 

  • Polkadot (US$ 5 milhões)
  • Avalanche (US$ 2,9 milhões) 
  • Litecoin (US$ 2 milhões)
Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img