quarta-feira, julho 24, 2024
spot_img
HomeRegulamentaçãoDepartamento do Tesouro dos Estados Unidos divulga relatórios - lavagem de dinheiro...

Departamento do Tesouro dos Estados Unidos divulga relatórios – lavagem de dinheiro está entre os temas abordados nos documentos

Na última quarta-feira (7), o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos publicou três relatórios em seu site. Entre os temas abordados nos documentos, esteve a lavagem de dinheiro. O órgão aponta que ativos digitais estão envolvidos na execução de esquemas. Confira mais informações sobre esta e outras notícias recentes relacionadas ao mercado digital no texto abaixo.

Imagem de drobotdean no Freepik

Conforme aponta o relatório “2024 Avaliação de Risco da Lavagem de Dinheiro Nacional”, ativos digitais são usados em meio a esquemas de lavagem de dinheiro. De acordo com o documento, mulas que recebem o dinheiro de vítimas convertem os valores recebidos em ativos virtuais.

Esses “indivíduos” também podem ser convencidos pelos golpistas a abrirem contas de criptomoedas, por exemplo.

O Departamento do Tesouro americano, no entanto, também aponta uma preferência dos criminosos pelo uso do dinheiro físico:

“Os criminosos usam estratégias baseadas em lavagem de dinheiro físico em grande parte porque o dinheiro oferece anonimato.
A moeda dos EUA é comumente usada devido à sua ampla aceitação e estabilidade. Para combater isto, os Estados Unidos exigem que grandes transações em dinheiro sejam relatadas ao Departamento do Tesouro”, apontou o documento.

Mais

Outras insituições pautaram notícias nos últimos dias. A Chainalysis, por exemplo, apontou um aumento expressivo de valores extorquidos em ataques ransomware no ano passado. Conforme compartilhou a plataforma de dados de blockchain, golpistas extorquiram mais US$ 1 bilhão de dólares em criptomoedas nesse período com esse tipo de ataque.

A Bakkt, por sua vez, enviou seu relatório trimestral para a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos. O documento aponta um futuro incerto para a plataforma de serviços de criptomoedas.

A empresa informou que vai buscar capital adicional para os próximos 12 meses,

“Se não conseguirmos obter fundos quando necessário ou em termos aceitáveis, poderemos ser obrigados a reduzir os nossos atuais programas de expansão da plataforma, cortar custos operacionais, renunciar ao desenvolvimento futuro e outras oportunidades ou mesmo encerrar as nossas operações”, comunicou a Bakkt.

Consulta Pública

O Banco Central promoveu sua consulta pública sobre o mercado de ativos digitais entre 14 de dezembro e 31 de janeiro. A pesquisa registrou 240 participações. A Coinbase, a ABCripto e outras instituições famosas do mercado participaram da consulta.

Acesse todos os registros por meio da plataforma do Banco Central.

Concurso Público

A CVM abriu as inscrições para o seu concurso público no dia 30 janeiro. A instituição oferta um total de 60 vagas entre os cargos de Analista e Inspetor. De acordo com o site da CVM, você pode se inscrever até o dia 6 de março.

Para realizar a sua inscrição, acesse o seguinte link.

Aproveite e confira também o edital e a retificação do concurso. Conforme aponta o edital, criptomoedas e blockchain estão entre os conhecimentos específicos exigidos para algumas das vagas.

Pedro Fonseca
Pedro Fonseca
Jornalista formado pela UNESP-Bauru (2016-2019), com MBA em Negócios Digitais pela USP Esalq (2022-2024). Possui experiência como assessor de comunicação, assessor de imprensa, redator e locutor. Já atuou em iniciativa social e em agência de comunicação, lidando com empresas e personas das áreas de saúde, autodesenvolvimento, tecnologia, empreendedorismo, entre outras.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img