quarta-feira, julho 24, 2024
spot_img
HomeRegulamentaçãoEleições nos EUA: como as criptomoedas podem decidir o resultado

Eleições nos EUA: como as criptomoedas podem decidir o resultado

Um recente estudo da Galaxy Digital revelou que eleitores com Bitcoin e outras criptomoedas podem ter um papel crucial na próxima eleição presidencial nos Estados Unidos. O estudo aponta para um aumento na aquisição de ativos digitais, especialmente entre eleitores jovens e grupos minoritários. Assim, o estudo sugere que esses “eleitores de criptoativos” poderiam impactar o resultado entre o presidente Biden e o ex-presidente Trump.

Investidores de criptomoedas criticam administração Biden

Segundo a pesquisa da empresa de capital de risco cripto Paradigm, 19% dos eleitores registrados possuem criptomoedas, incluindo mais de 11 milhões com mais de US$ 1.000 em ativos digitais. 

Além disso, a pesquisa mostra que os proprietários de criptomoedas atualmente preferem Trump a Biden por 48% a 39%.

A Paradigm também aponta que alguns eleitores de Biden em 2020 que possuem ativos digitais estão migrando para Trump. Ou seja, ações tomadas pela administração Biden, embora não tenham especificado quais na pesquisa, teriam influenciado na mudança da intenção de voto.

O setor cripto tem criticado a Comissão de Valores Mobiliários (SEC) sob a presidência de Gary Gensler por regulamentar os ativos digitais por meio de ações de execução, em vez de regras claras. 

Assessores de Biden tentam a todo momento uma regulamentação mais rígida das criptomoedas no congresso. Enquanto isso, republicanos tentam aprovar legislação que limita a supervisão federal das criptomoedas. Trump, por sua vez, prometeu bloquear a criação de uma Moeda Digital do Banco Central (CBDC) se for reeleito.

Os comitês de ação política (PACs) com foco em criptomoedas já estão gastando significativamente para influenciar as principais disputas de 2024. Um dos principais PACs, o Fairshake, arrecadou mais de US$ 85 milhões de grandes players cripto. Então, US$ 10 milhões foram gastos para ajudar a derrotar um democrata cético em relação às criptomoedas em uma primária do Senado da Califórnia.

Em resumo, com a crescente influência dos proprietários de criptomoedas como uma força eleitoral, a eleição de 2024 nos EUA promete ser um marco importante para o setor cripto. Não é à toa que este tema está cada vez mais presente na agenda política e econômica do país.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img