segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeEthereumEm golpe milionário, investidor perde R$ 1,3 milhão em Ethereum

Em golpe milionário, investidor perde R$ 1,3 milhão em Ethereum

No mundo das criptomoedas, um investidor recentemente sofreu uma perda significativa de 82,5 Ethereum (ETH), avaliada em R$ 1,3 milhão. O motivo? Um simples erro de digitação ao enviar suas criptomoedas para o endereço errado. Mas, por trás desse “descuido”, esconde-se um golpe antigo e sofisticado.

Entenda como foi o golpe do Ethereum

Os golpistas, astutos e meticulosos, realizaram transações falsas para a carteira da vítima. Ou seja, utilizaram um endereço muito semelhante a um que o investidor já havia usado, com os mesmos números e letras no início e no fim. Assim, o investidor, ao não verificar o endereço completo, enviou suas criptomoedas diretamente para os golpistas.

Aqui estão os dois endereços:

  • Endereço dos golpistas: 0xaa872320626c197b3425e782d5baf1327224a95b
  • Endereço correto: 0xaa87eb2ede714eabe3ee064ce5de9c0a3924a95b

O Ethereum é uma moeda pseudo-anônima, o que torna impossível identificar a vítima ou prever suas ações futuras após a perda.

Mas o golpe foi rapidamente identificado pela Scam Sniffer, apenas 23 minutos após a transação. No entanto, uma vez que as transações são confirmadas pela rede, tornam-se irreversíveis. Assim, a vítima, não pôde fazer nada para recuperar seu dinheiro.

A Scam Sniffer explicou como o golpe funciona. Os golpistas criam tokens falsos de ETH, geram endereços semelhantes aos sufixos dos endereços de destino e criam transferências falsas através de “Event Spoofing”. Então, as vítimas copiam esses endereços de seus históricos de transações contaminadas.

Prevenção é a melhor estratégia

Se você é um investidor e recebe moedas e tokens aleatórios em sua carteira, fique atento. Pois isso pode ser uma tentativa de golpe. 

Esses casos são mais comuns em blockchains mais baratas, onde o custo de ataque é menor. Mas, como vimos, também aconteceu no Ethereum.

Portanto, a recomendação é sempre verificar o endereço completo antes de realizar transferências. Se possível, faça uma transação de menor valor antes.

Mas, infelizmente, esse não é o primeiro caso de um investidor perdendo mais de R$ 1 milhão em criptomoedas devido ao golpe do “endereço contaminado”. Em outubro de 2023, outro usuário perdeu 2.929 BNB, equivalentes a R$ 9 milhões na cotação atual.

Em agosto, a Binance conseguiu congelar o equivalente a R$ 100 milhões de um desses golpistas. Na época, Changpeng Zhao, fundador da Binance, afirmou que esse tipo de golpe está se tornando cada vez mais comum. 

Portanto, é essencial estar sempre alerta e tomar todas as precauções necessárias ao lidar com criptomoedas.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img