terça-feira, maio 28, 2024
spot_img
HomeNegóciosEmpresa anuncia lançamento de brinquedos digitais de personagens da Disney

Empresa anuncia lançamento de brinquedos digitais de personagens da Disney

Na última segunda-feira (28), a empresa Cryptoys anunciou, por meio de seu perfil na rede social Twitter, que irá lançar brinquedos digitais 3D de personagens icônicos da empresa Disney. Entre eles, está o famoso Mickey Mouse, estrela de muitas animações. Confira mais detalhes no texto abaixo.

Especializada exatamente no ramo de brinquedos 3D digitais, a Cryptoys divulgou no início desta semana que irá lançar novas peças, baseadas nos seguintes personagens da Disney: Mickey Mouse, Minnie Mouse e Pluto.

Em seu site, a empresa traz mais detalhes sobre a novidade. Ao todo, serão lançados quinze colecionáveis digitais (com acessórios) no mês de setembro, no que a Cryptoys se refere como uma experiência unboxing única.

Binance

Nesta quinta-feira (31), a exchange Binance publicou um texto em seu blog aconselhando os portadores de BUSDs a converte-los em outras stablecoins.

Na publicação, a exchange informa que interrompeu a emissão do ativo e vai gradualmente cessar o suporte aos produtos BUSD.

“A Binance continuará a oferecer suporte a múltiplas stablecoins e ativos digitais em sua plataforma. Os usuários são incentivados a converter seus ativos BUSD em outros ativos disponíveis na Binance antes de fevereiro de 2024 . Os usuários podem negociar seus saldos BUSD por FDUSD sem taxas de negociação ou converter seus saldos BUSD para FDUSD na proporção de 1:1”, compartilha a empresa em seu texto.

Recentemente, a Binance também chamou atenção com o anúncio de que estaria disponibilizando uma nova solução para nove países da América Latina, o Send Cash, que promete facilitar transferências digitais de cripto para bancos.

Regulamentação

O tema regulamentação também tem sido um destaque no mercado digital recentemente. Na última segunda-feira (28), a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC – sigla em Inglês) divulgou que havia acusado a empresa de entretenimento e Mídia Impact Theory, com sede em Los Angeles, por conduzir uma oferta não registra de cripto ativos – NFTs, batizados de Founder Keys.

“Sem admitir ou negar as conclusões da SEC, a Impact Theory concordou com uma ordem de cessação e desistência, concluindo que ela violava as disposições de registro do Securities Act de 1933 e ordenando-a a pagar um total combinado de mais de US$ 6,1 milhões em restituição, juros de pré-julgamento, e uma pena civil. A ordem também estabelece um Fundo Justo para devolver o dinheiro que os investidores lesados ​​pagaram para comprar os NFTs. A Impact Theory concordou em destruir todas as Founder Keys em sua posse ou controle, publicar o aviso do pedido em seus sites e canais de mídia social e eliminar qualquer royalty que a Impact Theory pudesse receber de futuras transações no mercado secundário envolvendo as Founder Keys”, declarou a organização.

Cofundador da Impact Theory, Tom Bilyeu também se pronunciou sobre o caso em sua conta no Twitter.

Pedro Fonseca
Pedro Fonseca
Jornalista formado pela UNESP-Bauru (2016-2019), com MBA em Negócios Digitais pela USP Esalq (2022-2024). Possui experiência como assessor de comunicação, assessor de imprensa, redator e locutor. Já atuou em iniciativa social e em agência de comunicação, lidando com empresas e personas das áreas de saúde, autodesenvolvimento, tecnologia, empreendedorismo, entre outras.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img