segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeEthereumEthereum avança ruma à atualização Dencun 

Ethereum avança ruma à atualização Dencun 

Em um movimento marcante para a comunidade de criptomoedas, a Ethereum deu um passo decisivo em direção à tão aguardada atualização Dencun. O evento que acendeu as esperanças dos entusiastas aconteceu na última terça-feira (30), durante um Testnet batizado de Sepolia pelos desenvolvedores da Ethereum.

Atualização da Ethereum aponta para o proto-danksharding

A Sepolia, palco da segunda fase de testes, mostrou-se receptiva e livre de contratempos durante o experimento. Assim, isso indica um caminho suave para a ativação final da Dencun na rede principal da Ethereum. 

Ou seja, essa atualização é amplamente considerada como uma das mais cruciais na história do ecossistema Ethereum, uma vez que incorpora o inovador proto-danksharding. A grande promessa da Dencun reside na sua capacidade de implementar o chamado proto-danksharding. 

Essa é uma tecnologia que visa otimizar a segunda camada da rede, conhecida como layer 2. Então, esse avanço tem o potencial de reduzir substancialmente os custos de transação e, de maneira ainda mais significativa, ampliar a escalabilidade da Ethereum

A mudança irá proporcionar melhorias tangíveis na experiência dos usuários, tanto em aplicativos descentralizados (dApps) quanto no ecossistema Web3.

Após o sucesso em Sepolia, os olhos da comunidade agora se voltam para a fase seguinte: Holesky. Marcada para ocorrer até o dia 7 de fevereiro, a Holesky é a última etapa de testes antes da tão aguardada implementação na mainnet da Ethereum. Uma transição suave nesta fase é crucial para evitar atrasos e garantir que a atualização final ocorra até o final de fevereiro.

Proto-danksharding: transformando a economia de transações

A comunidade Ethereum há muito tempo espera por essa atualização e tem esperança que ela represente um marco histórico para a plataforma. A Dencun, ao integrar o proto-danksharding, busca introduzir “blobs”. 

Assim, com esse mecanismo de armazenamento de dados comprimidos na blockchain Ethereum, a promessa desses “blobs” é a redução das taxas de gás, aprimorando a escalabilidade de toda a rede.

Portanto, esta inovação busca aliviar os custos de transação na Ethereum, algo especialmente relevante para as redes de segunda camada, como Arbitrum e Optimism. Essas redes dependem de atualizações de camada 1, como o Dencun, para otimizar custos e proporcionar uma experiência mais eficiente para os usuários.

Em resumo, essas atualizações são aguardadas ansiosamente e todos esperam que Dencun solidifique a Ethereum como uma líder incontestável no cenário das criptomoedas.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img