terça-feira, maio 28, 2024
spot_img
HomeMetaversoGoverno chinês cria grupo de trabalho sobre metaverso

Governo chinês cria grupo de trabalho sobre metaverso

O Ministério da Indústria e da Informação Tecnológica da China revelou sua iniciativa crucial para impulsionar o desenvolvimento do metaverso. Um grupo de trabalho, composto por 60 empresas, entre elas gigantes como Huawei, Tencent, Baidu e Ant Group, foi formado para regras que nortearão a adoção dessa tecnologia.

Em 2023 Xangai apresentou um plano para o metaverso. Imagem: Divulgação

Em 2023 Xangai apresentou um plano para o metaverso

Segundo comunicado oficial, a criação desse grupo reflete a necessidade de “desenvolvimento do setor e o gerenciamento da indústria”.

Ou seja, o governo chinês reconhece a importância da padronização para orientar as atividades relacionadas ao metaverso. Portanto, a China pretende estabelecer as bases para o crescimento dessa indústria emergente no país.

Em julho de 2023, a cidade de Xangai lançou um “Plano de Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologia-chave do Metaverso”, apoiado oficialmente pelo governo. 

O plano abrange conteúdo, cálculo, transmissão e tecnologia terminal, alinhando-se às tendências globais e fundações locais de pesquisa e desenvolvimento.

China também quer desenvolver NFTs

O comunicado não especifica a duração das atividades do grupo de trabalho nem os tópicos de discussão, mas destaca o propósito de fomentar o metaverso na China. 

Dessa forma, a país quer se tornar liderança global na era da Web3, integrando o avanço do metaverso, que engloba realidade virtual e aumentada, considerado uma boa parte da Web3.

Em dezembro de 2023, o Ministério da Indústria e da Informação Tecnológica expressou sua intenção de intensificar esforços no desenvolvimento de tokens não fungíveis (NFTs). Também é de interesse do governo aprimorar aplicações para finanças descentralizadas (DeFi) nos próximos anos. 

Portanto, este movimento está alinhado à estratégia chinesa de expansão nas iniciativas voltadas à Web3, marcando a transição para a próxima fase da internet.

Em resumo, esse grupo de trabalho representa um passo decisivo na consolidação do papel da China no desenvolvimento do metaverso. A China ocupa, oficialmente, seu lugar na revolução tecnológica em curso.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img