sábado, maio 25, 2024
spot_img
HomeBitcoinMercado Bitcoin anuncia cartão com a Mastercard

Mercado Bitcoin anuncia cartão com a Mastercard

O Mercado Bitcoin, uma das principais exchanges de criptomoedas do Brasil, anunciou recentemente sua expansão e diversificação de serviços. No entanto, com cerca de R$ 3,5 bilhões sob custódia, a empresa está almejando novos horizontes, incluindo o lançamento de um cartão em parceria com a Mastercard. Além disso, está planejado a emissão de R$ 1 bilhão em tokens RWA (Real World Assets) até o final de 2024.

Mercado Bitcoin em busca de novas licenças. Imagem: Divulgação

Mercado Bitcoin em busca de novas licenças

A estratégia agressiva delineada pelo Mercado Bitcoin busca reduzir sua dependência das operações com criptomoedas, que atualmente representam menos de 50% de sua receita. 

Ou seja, o lançamento do cartão visa facilitar a adoção e o uso das criptomoedas no dia a dia dos consumidores, tornando mais acessível o uso desses ativos no comércio cotidiano. O Mercado Bitcoin também planeja adquirir uma corretora de valores mobiliários, ampliando ainda mais sua gama de serviços de investimento.

Além disso, a empresa está buscando obter novas licenças, incluindo a de Sociedade de Crédito Direto (SCD) e Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários (DTVM). Assim, fica claro o compromisso com a conformidade regulatória e a expansão de suas operações.

No que diz respeito à tokenização de ativos do mundo real por meio da blockchain, o objetivo é atingir R$ 1 bilhão em tokens RWA até o final de 2024. 

Portanto, essa iniciativa visa trazer mais liquidez e acessibilidade ao mercado de ativos tradicionais, ao mesmo tempo que aproveita as vantagens oferecidas pela tecnologia blockchain.

Como fica a moeda digital brasileira

Embora a empresa esteja pronta para realizar um IPO, os executivos destacaram que a decisão será adiada. O mais importante é que haja um ambiente mais favorável no mercado de criptoativos. 

A recente mudança de postura do Banco Central e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em relação à regulamentação do mercado de ativos virtuais no Brasil foi elogiada pelos executivos do Mercado Bitcoin. O ambiente, segundo eles, fica mais favorável e pró-ativo.

Quanto à moeda digital brasileira, conhecida como Drex, os executivos expressaram apoio à iniciativa do Banco Central. Os analistas destacam o potencial dessa solução para atender tanto o público institucional quanto o varejo nos próximos anos. 

Assim, a visão de longo prazo do Mercado Bitcoin reflete um compromisso contínuo com a inovação e o crescimento sustentável.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img