terça-feira, maio 28, 2024
spot_img
HomeEthereumMetamask revoluciona o staking de Ethereum com novo recurso de validador

Metamask revoluciona o staking de Ethereum com novo recurso de validador

A Metamask, renomada carteira Ethereum Virtual Machine (EVM), surpreende a comunidade ao anunciar o lançamento de sua inovadora funcionalidade de staking de validador para Ethereum. Então, agora, usuários que desejam apostar seus Ether podem fazê-lo de maneira descomplicada diretamente pela interface do portfólio Metamask. Isso irá eliminar a necessidade de gerenciar equipamentos de hardware, ao mesmo tempo em que mantêm total custódia sobre as criptomoedas apostadas.

Como funciona o staking da Metamask. Imagem: Metamask / Divulgação

Como funciona o staking da Metamask

O serviço de staking de validador, introduzido recentemente, permitirá que aqueles que possuírem 32 ETH possam realizar o stake de forma direta. Assim, tornará o processo mais acessível e eficiente. 

Nos bastidores, a Consensys Staking assume a operação, gerenciando mais de 4% do montante total de ETH apostado, com um impressionante índice de 99,99% de tempo de atividade entre seus 33.000 validadores. 

Vale ressaltar que a Metamask não enfrentou penalidades, como o corte, ou uma sanção aplicada a validadores por comportamentos desonestos na rede Ethereum.

Em comunicado, a Metamask enfatizou as vantagens dessa adição, simplificando os procedimentos para usuários interessados em fazer staking de Ether. A empresa enfatiza que o novo recurso “remove as barreiras técnicas necessárias para proteger a rede, democratiza a participação no staking Ethereum para aqueles que não podem ou não querem apostar sozinhos e oferece monitoramento fácil de seu depósito e recompensas.”

Além disso, a Metamask destaca sua competitiva porcentagem de recompensa, superando a média da rede com mais de 7%. Essa oferta beneficia os usuários, permitindo-lhes manter a autocustódia e o controle total sobre seus tokens apostados, sem as preocupações associadas a problemas de hardware.

Empresa consolida sua posição nas criptomoedas

Portanto, a Metamask tem se destacado ao ampliar continuamente seu leque de funcionalidades. Em janeiro de 2022, possibilitou o staking de ETH através de serviços de piquetagem líquida, como Lido e Rocket Pool. 

Já em setembro do mesmo ano, anunciou a habilitação da venda de criptomoedas e o saque para Dólares americanos (USD), libras esterlinas (GBP) e euros (EUR) diretamente pela interface da carteira para usuários de determinados estados dos EUA, do Reino Unido e de partes da Europa.

Em resumo, a Metamask tem reforçado a sua posição como uma das principais carteiras no ecossistema de criptomoedas. A empresa proporciona soluções inovadoras e acessíveis para seus usuários e este novo recurso de staking de validador representa mais um passo em direção à evolução e democratização do espaço de blockchain.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img