quarta-feira, julho 24, 2024
spot_img
HomeNegóciosMetaplanet, está no top 30 das empresas detentoras de Bitcoin

Metaplanet, está no top 30 das empresas detentoras de Bitcoin

A Metaplanet, conhecida como a “MicroStrategy japonesa“, ganhou as manchetes de todo mundo das criptomoedas. A empresa japonesa anunciou nesta terça-feira (11) a aquisição de mais 23,352 Bitcoins. Com o preço médio de US$ 69.627 por Bitcoin, a Metaplanet desembolsou US$ 1,59 milhão e, agora, está no Top 30 das empresas que mais detêm BTC.

Metaplanet segue com a estratégia de acumular Bitcoin

A comparação com a MicroStrategy não é em vão. Ou seja, a Metaplanet segue a estratégia de acumular Bitcoin em caixa, assim como a empresa de Michael Saylor. No entanto, para a empresa, a estratégia pode ser ainda mais impactante, pois a empresa busca proteção principalmente contra a desvalorização do Iene, a moeda japonesa.

Com a recente compra, a Metaplanet aumentou seu total de Bitcoins para 141,07 BTC. A empresa investiu ¥1,45 bilhão (US$ 9,2 milhões) com um preço médio de ¥10.278.391 (US$ 65.365) por Bitcoin.

Esta é a terceira compra de Bitcoin da Metaplanet em três meses. Em abril a empresa adquiriu 97,85 Bitcoins em abril e, no mês seguinte, 19,87 BTC. A empresa pública japonesa que oferece serviços de tecnologia e é considerada a primeira empresa negociada publicamente na Bolsa de Valores de Tóquio a investir em Bitcoin.

Portanto, a recente aquisição da Metaplanet está alinhada com a tendência crescente de empresas que incorporam Bitcoin em seus ativos de tesouraria. 

A moda parece estar pegando e mais duas empresas, Semler Scientific e DeFi Technologies, adquiriram quase 1.000 BTC. Ambas veem o ativo digital como uma proteção contra a inflação e a desvalorização monetária.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img