domingo, maio 26, 2024
spot_img
HomeBitcoinMineradores de Bitcoin sentem queda nas recompensas pós-halving

Mineradores de Bitcoin sentem queda nas recompensas pós-halving

Os mineradores de Bitcoin, que possuem grandes participações no ativo digital, estão enfrentando uma queda acentuada nas receitas, segundo a empresa de pesquisa Kaiko. Essa queda é resultado de uma atualização do código Bitcoin que ocorreu no final de abril. Essas atualizações, conhecidas como halving, são pré-programadas no blockchain para reduzir os subsídios à mineração pela metade a cada quatro anos. 

Mineradores de Bitcoin aumentam a taxa de transação

A mais recente redução pela metade reduziu a produção diária de 900 tokens para 450. Isso resultou em uma perda de receita de cerca de US$ 10 bilhões por ano, um golpe significativo para os mineradores.

No entanto, os mineradores de Bitcoin conseguiram mitigar parte dessa perda através do aumento das taxas de transação. Após o halving, o lançamento de alguns memecoins no Bitcoin fez com que as taxas disparassem, pois os usuários estavam dispostos a pagar aos mineradores uma taxa mais alta para priorizar suas transações. Mas essas taxas despencaram à medida que o frenesi do memecoin esfriou.

A Kaiko alertou que “se os mineradores fossem forçados a vender pelo menos uma fração de suas participações no próximo mês, isso teria um impacto negativo nos mercados”. Mas, embora os mineradores de Bitcoin tenham vendido a maior parte de suas reservas em meio ao último colapso das criptomoedas em 2022, eles mantiveram mais nos últimos dois anos. 

Duas das maiores empresas de mineração de Bitcoin, Marathon e Riot, detêm 17.631 e 8.872 Bitcoins, respectivamente. O Bitcoin subia cerca de 2%, para aproximadamente US$ 62.730 na segunda-feira, e caía cerca de 15% em relação ao máximo histórico de quase US$ 74.000 alcançado em março. As ações da Marathon e da Riot caíram 27% e 40% este ano, respectivamente.

Mas os mineradores, em particular, estão em uma posição única, pois suas receitas dependem tanto do preço do Bitcoin quanto das taxas de transação. 

Em resumo, embora criptomoedas tenham o potencial de oferecer retornos significativos, elas também vêm com um alto nível de risco.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img