quarta-feira, julho 24, 2024
spot_img
HomeMetaversoZuckerberg se mostra otimista com o futuro do metaverso

Zuckerberg se mostra otimista com o futuro do metaverso

O metaverso, apesar de já ter estado sob os holofotes, ainda não correspondeu totalmente às expectativas, como pode atestar Mark Zuckerberg, CEO da Meta. Contudo, há motivos para otimismo. De acordo com o Statista, a receita desse ambiente virtual deverá multiplicar 11 vezes até 2030 em relação a 2022.

Metaverso pode enfrentar ainda muitos desafios

Empresas dos setores de computação e TI já estão investindo significativamente nessa tecnologia, respondendo por 17% de todos os aportes. Esses dados são de uma pesquisa realizada pela Sortlist em países como Bélgica, Alemanha, Espanha, França, Reino Unido e Estados Unidos. 

Mas a educação também é vista um setor importante, respondendo por 12% dos investimentos. As aplicações incluem simulação de voo, anatomia e cirurgia, além de colaborações de aprendizagem.

No entanto, há desafios a serem enfrentados. A União Europeia, por exemplo, abriu uma investigação formal contra o TikTok por possíveis violações das normas de proteção a menores. 

Assim, o comissário europeu para o Mercado Interno, Thierry Breton, anunciou que a investigação vai avaliar se o TikTok violou a transparência e as obrigações de proteção aos menores.

A tecnologia não está imune a problemas, inclusive no campo da segurança. A Microsoft revelou que hackers de países como Rússia, Coreia do Norte, Irã e China estão utilizando o ChatGPT para aprimorar seus ataques ao metaverso

Eles utilizam o modelo de linguagem da IA para: 

  • Compreender protocolos de comunicação por satélite
  • Automatizar operações técnicas 
  • Gerar e-mails de phishing 
  • Gerar códigos evasivos para evitar a detecção por softwares antivírus

Por outro lado, a OpenAI, empresa criadora do ChatGPT, revelou um novo modelo de inteligência artificial chamado Sora.  A IA é capaz de criar vídeos realistas e animações de até 60 segundos a partir de textos curtos. Portanto, esse avanço representa um marco importante para alcançar a AGI (Inteligência Artificial Geral).

O metaverso, apesar dos desafios, está em constante evolução, e o futuro promete avanços significativos nessa área, transformando a maneira como interagimos com a tecnologia e o mundo ao nosso redor.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img