segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeBitcoinAcre ultrapassa R$ 3 milhões em criptomoedas não declaradas à Receita

Acre ultrapassa R$ 3 milhões em criptomoedas não declaradas à Receita

No Acre, os investimentos em criptomoedas não declarados atingiram a marca de R$ 3 milhões ao final de 2022. De acordo com um levantamento da Receita Federal divulgado recentemente, essa quantia está distribuída entre 69 investidores no estado. Esse montante coloca o Acre na 25ª posição no país em termos de investimentos não informados em bitcoin. 

Todas as pessoas precisam declarar ativos em criptomoedas. Imagem: Divulgação

Todas as pessoas precisam declarar ativos em criptomoedas

O Acre está à frente de estados como Roraima e Amapá, que possuem 47 (equivalente a R$ 1,2 milhões) e 37 investidores (equivalente a R$ 1,8 milhões), respectivamente. 

Assim, no total nacional, mais de 25 mil pessoas possuem bitcoin não declarado, totalizando R$ 1,06 bilhão em investimentos. Assim, o levantamento realizado pela Receita Federal utilizou uma combinação de técnicas tradicionais e inteligência artificial para chegar a esses números. 

Então, considerou-se, a partir de 0,05 bitcoin, o equivalente a cerca de R$ 10 mil, como critério para inclusão no levantamento. Um dado relevante apontado pelo levantamento é que o estado de São Paulo lidera em quantidade de investidores, com 8.635 pessoas possuindo bitcoin não declarado, somando R$ 374.561.979 em investimentos. Esse número representa uma parcela significativa do total nacional.

As regras estabelecem que todas as pessoas físicas são obrigadas a declarar Imposto de Renda em 2023 e que as criptomoedas fossem obrigatoriamente informadas sobre esses ativos virtuais, independentemente do valor

A Receita Federal ressaltou a intenção de realizar ações de estímulo à autorregularização dos dados informados no ano anterior. A conscientização é o objetivo, sem impor multas que seriam devidas em casos de abertura de procedimentos fiscais.

Por fim, orientar-se-ia os contribuintes sobre a necessidade de ajustar suas declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2023, enviando uma declaração retificadora. 

Assim, o contribuinte evitaria a abertura de procedimentos de fiscalização e a aplicação de multas. Essa medida busca garantir a conformidade fiscal e o cumprimento das obrigações tributárias relacionadas aos investimentos em criptomoedas.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img