quinta-feira, junho 13, 2024
spot_img
HomeRegulamentaçãoArgentina recebe pedido de registro de 35 exchanges de criptomoedas

Argentina recebe pedido de registro de 35 exchanges de criptomoedas

A Comissão Nacional de Valores Mobiliários da Argentina (CNV) tomou medidas para regular e fiscalizar as exchanges de criptomoedas no país. Assim, a CNV anunciou o encerramento do prazo para o cadastro dessas exchanges para avaliar o pedido das 35 até o momento que foram feitas. No entanto, entre os registros já feitos, estão pessoas físicas e jurídicas que já estão autorizadas a operar normalmente.

Cadastro tem exchanges de criptomoedas conhecidas

Assim, a CNV informou que as inscrições permanecerão abertas para novos interessados, mesmo após o término do primeiro prazo de 45 dias. Portanto, essa iniciativa tem como objetivo trazer maior transparência e segurança ao mercado de criptomoedas na Argentina.

De qualquer forma, até o momento, pelo menos 35 empresas optaram por formalizar seu registro no novo sistema chamado PSAV (Registro de Provedores de Serviços de Ativos Virtuais). Esse novo sistema é uma recomendação do Grupo de Ação Financeira Internacional (GAFI), responsável por supervisionar o mercado financeiro global.

Entre as empresas que compõem o novo cadastro de corretoras de criptomoedas, encontramos nomes conhecidos, como Satoshi Tango, Transfero e Argenbtc. No entanto, até o momento, não houve registro de pessoas físicas nesse sistema.

Então, após a aprovação da Lei nº 27.739 em março deste ano pelo Senado argentino, todo esse processo começou a ser agilizado. A nova lei dita regras rígidas sobre a prevenção contra a lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo.

Ou seja, isso mostra que o governo da Argentina está se esforçando para buscar atender todas as recomendações do GAFI. Incluir regras sobre regulação de empresas que oferecem serviços de criptomoedas é uma prova disso.

Lista completa das exchanges

Portanto, a criação do PSAV vai centralizar as informações sobre quem for prestar serviços com criptomoedas no país. Essa medida pretende fortalecer a supervisão e a segurança desse setor em crescimento. 

Por fim, veja abaixo a lista completa com as 35 exchanges de criptomoedas que pediram registro para operarem na Argentina:

1 Arex Activos Digitales S.A. (Arex)

2 BCrypto S.A. (BCrypto)

3 Billete Argentina S.R.L.

4 Fintech S.A (Satoshi Tango)

5 Liquid Arg S.A.S. (Solidus Capital)

6 PayEx S.R.L. (PayEx)

7 Plus Fintech S.A. (Plus Crypto)

8 Cobon OTC SA (Decrypto)

9 Vita Digital S.R.L. (Vita Wallet)

10 PMSA Capitales SA (PM Capitales)

11 Miactivo S.A.

12 Beehive Soft SAS

13 Koibanx El Salvador S.A. de C.V. (Koibanx)

14 Cocos Crypto SA

15 Lirium AG

16 The Reserve SA

17 Digital Prime System Limited S.A. de C.V. (Xcoex)

18 Mar Exchange S.A.

19 Selmiro S.A.U.

20 AMG Capital Group S.A.

21 Sixalime SAS (Tienda Crypto)

22 VitualPays SAU (Cryptanz)

23 FWOTC S.A. (Fiwind)

24 Alerce Argentina S.R.L.

25 Intrapolar S.A. (Pozitiva)

26 Administration Group SAS

27 Naluso S.A. (Kriptonmarket)

28 Transfero Pagamentos S.A. (Transfero)

29 Settle Arg SAS (Latamex)

30 Galactic Holdings Inc (TruBit)

31 Gresham S.A.U.

32 Della Foresta Sociedad Anónima

33 Kulipa S.R.L.

34 Mi Saldo S.R.L.

35 Triple W S.R.L. (Argenbtc)

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img