segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeNegóciosBinance vai remover quatro criptomoedas no dia 20 de fevereiro

Binance vai remover quatro criptomoedas no dia 20 de fevereiro

Em publicação de sua central de anúncios, a Binance informou que agendou a remoção de quatro criptomoedas para o dia 20 de fevereiro. Entre elas, está Monero (XMR). Confira mais informações sobre esta e outras notícias recentes relacionadas ao mercado digital, como outros anúncios, no texto abaixo.

Mais uma vez, a Binance inicia seu anúncio informando que conduz revisões periódicas nos ativos listados em sua plataforma. De acordo com a exchange, essa ação visa verificar se o ativo ainda atende aos seus parametros.

“Quando uma moeda ou token não atende mais a esse padrão, ou o setor muda, conduzimos uma análise mais aprofundada e potencialmente o removemos da lista. Acreditamos que isso protege melhor todos os nossos usuários”, afirmou a Binance.

Com isso em mente, a exchange informou que agendou a redução dos seguintes tokens para o dia 20 de fevereiro, às 3h (UTC):

  • Aragorn (ANT)
  • Multichain (MULTI)
  • Vai (VAI)
  • Monero (XMR)

Paralelamente nesta terça-feira (6), a Binance informou que vai abrir negociações para os seguintes paresàs 8h (UTC) desta quarta-feira (7):

  • JUP/USDC
  • PENDLE/FDUS

A exchange também vai habilitar os serviços de bots de negociação para os mesmos pares.

CoinEx

Em sua central de anúncios, a CoinEx anunciou que tinha agendado a listagem das seguintes criptomoedas para hoje:

  • DEGEN (Degen)
  • MUSIC (Gala Music)
  • PNP (Penpie)

Por fim, confira também os pares de negociação:

  • DEGEN/USDT
  • MUSIC/USDT

Mais

Do mesmo modo que essas notícias, outras têm movimentado o mercado digital. A Receita Federal, por exemplo, divulgou dados da última declaração de imposto de renda (2023).

Análises realizadas por IA e técnicas tradicionais detectaram 25.126 pessoas físicas que possuem ao menos 0,05 bitcoins e que deixaram de declará-los.

Também de acordo com a análise, existem 237.369 investidores de bitcoins no Brasil.

Por fim, ainda sobre o Brasil, teve fim recentemente a consulta pública do Banco Central sobre o mercado de ativos digitais no Brasil.

Ao todo, foram registradas 240 sugestões de participantes. Entre os quais, estava a Coinbase.

Em seu site, a plataforma comentou sobre essa pesquisa do Banco Central. No texto, a plataforma coloca o Brasil em um papel de destaque no desenvolvimento de um framework regulatório referente a ativos digitais.

Pedro Fonseca
Pedro Fonseca
Jornalista formado pela UNESP-Bauru (2016-2019), com MBA em Negócios Digitais pela USP Esalq (2022-2024). Possui experiência como assessor de comunicação, assessor de imprensa, redator e locutor. Já atuou em iniciativa social e em agência de comunicação, lidando com empresas e personas das áreas de saúde, autodesenvolvimento, tecnologia, empreendedorismo, entre outras.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img