quinta-feira, junho 13, 2024
spot_img
HomeEthereumBNDES anuncia projeto de rede blockchain para o Brasil em agosto

BNDES anuncia projeto de rede blockchain para o Brasil em agosto

Durante o Ethereum Rio, Gladstone Arantes, especialista em blockchain do BNDES, trouxe uma novidade empolgante para os entusiastas de criptomoedas. Ele anunciou que o lançamento piloto da Rede Blockchain Brasil está previsto para agosto. O projeto, encabeçado pelo BNDES, promete transformar a maneira como lidamos com transações digitais e registros públicos no Brasil.

Projeto é do governo, mas rede blockchain será para todos

O anúncio foi feito durante uma palestra na sede do Tribunal de Contas da União (TCU) em Brasília. Arantes ressaltou que, apesar do BNDES estar à frente do projeto, a construção das aplicações será realizada por terceiros. Assim, segundo Arantes, o projeto utilizará a infraestrutura fornecida pela Rede Blockchain Brasil.

“Espero que até agosto, além da infraestrutura, a gente já esteja rodando com algumas aplicações. Mas é bom observar: quem vai construir as aplicações não é o BNDES. A Rede é uma infraestrutura que estará ali, para que em cima dela os interessados façam as aplicações.” – explicou Arantes.

Por isso, há o surgimento de aplicações inovadoras, como o diploma digital da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Além disso, um projeto de cadeia de custódia de provas está em andamento. 

Este projeto tem o potencial de rastrear a origem e possíveis alterações de produtos, como o óleo encontrado nas praias. Essas iniciativas estão moldando o futuro do uso da tecnologia no Brasil.

Rede será compatível com Ethereum

Atualmente, a Rede Blockchain Brasil conta com várias instituições como membros validadores. Entre elas estão:

  • o BNDES
  • o TCU
  • a Dataprev
  • o Prodemge
  • a Secretaria de Estado de Transparência e Controle do Maranhão
  • o município de Araguaína (TO)
  • a PUC do Rio de Janeiro

A infraestrutura da rede é suportada pela Hyperledger Besu. Ou seja, a plataforma é compatível com a Ethereum Virtual Machine (EVM) e está acessível apenas para membros com autorização prévia. 

Arantes manifestou otimismo ao vislumbrar um futuro onde governos também adotem blockchains públicas. No entanto, ele valorizou a experiência adquirida com a blockchain permissionada.

Portanto, com o lançamento da Rede Blockchain Brasil, o país está prestes a ingressar numa nova era de transparência, segurança e eficiência nas transações digitais. Além disso, é certo que este avanço marcará um ponto de virada na jornada de transformação digital do Brasil.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img