sábado, maio 25, 2024
spot_img
HomeNegóciosEm postagem de seu blog, Coinbase aponta crescimento da adoção de cripto...

Em postagem de seu blog, Coinbase aponta crescimento da adoção de cripto em Singapura

Nesta quinta-feira (22), a Coinbase publicou um novo texto em seu site com dados sobre o crescimento da adoção de cripto em Singapura. Confira mais informações sobre esta e outras notícias recentes relacionadas ao mercado digital no texto abaixo.

Imagem de ijeab no Freepik

De acordo com o texto, um relatório da Coinbase em parceria com a Seedly aponta que mais da metade da população de Singapura com experiência em finanças detém cripto. A pesquisa, segundo a plataforma, foi conduzida no quarto trimestre do ano passado. 57% de um grupo amostral de mais de 2 mil pessoas mantém ativos digitais.

Também conforme explicitado pela Coinbase, a maior parte desse público têm entre US$1 mil a US$ 25 mil em investimentos

“Entre os usuários de cripto em Singapura, o “staking” se tornou a atividade mais popular no ano passado, de acordo com o relatório. 55% dos entrevistados disseram ter apostado criptomoedas por meio de uma exchange centralizada, enquanto 38% usaram aplicativos de finanças descentralizadas (DeFi)”, compartilhou a plataforma em seu texto.

Por fim, entre outros dados, a pesquisa apontou que 56% dos entrevistados indicam que o cripto é o futuro das finanças e que 54% utilizam stablecoins.

Stablecoins

Quem também abordou a temática das stablecoins foi Brad Flora. Em mais uma edição do “Requests for Startups”, da Y Combination, ele apontou que as moedas estáveis serão parte importante do futuro do dinheiro.

Flora revelou que companhias da aceleradora vêm adotando o uso de stablecoins com os seguintes objetivos:

  • pagamentos transfronteiriços
  • reduzir taxas de transação e fraudes
  • ajudar os usuários a protegerem as poupanças da hiperinflação

“Até o momento, foram emitidos US$ 136 bilhões em stablecoins, mas a oportunidade parece ainda muito maior. Apenas cerca de sete milhões de pessoas realizaram transações com stablecoins até o momento, enquanto mais de meio bilhão vivem em países com inflação acima de 30%. Os bancos dos EUA detêm US$ 17 trilhões em depósitos de clientes, que também estão à disposição. E, no entanto, os principais emissores de stablecoins podem ser contados com uma mão e os principais provedores de liquidez com apenas alguns dedos”, declarou Fora.

Confira a íntegra do Requests for Startups.

Neste início de ano, muitas instituições e plataformas vêm revelando dados obtidos no ano passado sobre o mercado digital.

Pedro Fonseca
Pedro Fonseca
Jornalista formado pela UNESP-Bauru (2016-2019), com MBA em Negócios Digitais pela USP Esalq (2022-2024). Possui experiência como assessor de comunicação, assessor de imprensa, redator e locutor. Já atuou em iniciativa social e em agência de comunicação, lidando com empresas e personas das áreas de saúde, autodesenvolvimento, tecnologia, empreendedorismo, entre outras.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img