terça-feira, maio 28, 2024
spot_img
HomeEthereumEthereum vai adotar IA para proteger criptomoedas de hacks

Ethereum vai adotar IA para proteger criptomoedas de hacks

A Ethereum Foundation, responsável pelo desenvolvimento da rede líder de contratos inteligentes, está planejando incorporar sistemas de inteligência artificial (IA) para fortalecer a segurança contra ataques de hackers. Soluções de escalabilidade baseadas em provas de conhecimento zero (ZK) são o foco especial deste movimento.

A rede Ethereum receberá auxílio da IA

Para prevenir ataques à rede Ethereum, os desenvolvedores usarão a IA para identificar vulnerabilidades nos códigos base de protocolos e aplicações. A implementação de soluções baseadas em ZK aumenta os riscos de hacks, pois os códigos base se tornam mais complexos.

Justin Drake, um dos principais desenvolvedores da Ethereum, destacou em uma reportagem do The Defiant que os hacks de rollups são um dos principais riscos sistêmicos para a Ethereum. Dessa forma, os zk rollups são uma solução de escalabilidade que processa mais transações de forma rápida e barata, compactando várias em uma só, reduzindo a sobrecarga na rede. 

As provas de conhecimento zero garantem a segurança das transações, permitindo que uma parte prove possuir informações sem expor detalhes privados.

Drake afirmou: “Queremos usar a IA para identificar vulnerabilidades catastróficas que poderiam resultar em hacks de zk rollups.” Por isso, a Ethereum Foundation está contratando um especialista na interseção entre IA e tecnologia blockchain para ampliar suas perspectivas e se manter na vanguarda da tecnologia.

Mas, apesar dos hacks representarem um ponto crítico na indústria das criptomoedas, eles estão em declínio em 2024. O mês de abril registrou mínimas recordes em hacks e golpes de criptomoedas, com prejuízos de apenas US$ 25,7 milhões. A queda foi de 141% em relação ao mês anterior.

Portanto, a iniciativa da Ethereum Foundation de implementar IA para elevar os padrões de segurança foi anunciada após o cofundador Vitalik Buterin expressar otimismo sobre o uso da tecnologia para identificar falhas nos códigos-base da rede. 

A interseção entre criptomoedas e inteligência artificial é uma tendência em destaque no atual ciclo de alta das criptomoedas. Mas essa tendência traz novas oportunidades e desafios para a indústria.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img