quinta-feira, junho 13, 2024
spot_img
HomeNegóciosInvestimento estratégico em Bitcoin aumenta em estados americanos

Investimento estratégico em Bitcoin aumenta em estados americanos

O estado de Wisconsin causou um alvoroço nos mercados ao adquirir US$ 163 milhões em Bitcoin, uma decisão ousada da Junta de Investimentos do Estado. Essa movimentação, aparentemente inesperada, lança luz sobre uma nova era para o envolvimento institucional com a principal criptomoeda.

Comportamento do Bitcoin seria melhor que de ações tradicionais

O professor da Marquette University, David Krause, defende que o Bitcoin, além de oferecer diversificação, também tem potencial para ajudar na proteção contra a inflação do dólar americano. A declaração foi feita em uma entrevista à PBS Wisconsin e o professor ressaltou a importância dessa criptomoeda como um ativo estratégico para aqueles que queiram investir em fundos de pensão.

Então, segundo Krause, isso ocorre porque o Bitcoin não se comporta da mesma maneira que as ações e títulos tradicionais. Além disso, por ter uma natureza deflacionária, o Bitcoin se torna um escudo contra toda a volatilidade das moedas tradicionais.

A decisão da SWIB de entrar no mercado de ETFs de Bitcoin surpreendeu a indústria financeira. O mercado esperava que essa institucionalização fosse um processo que demoraria anos para ser implementado. Mas Wisconsin deu um passo à frente e mostrou não apenas confiança na criptomoeda, mas também abriu as portas para que outros estados seguissem seu exemplo.

De qualquer forma, o investimento de US$ 163 milhões é modesto se comparado aos US$ 156 bilhões em ativos gerenciados pelo fundo. Mas representa um marco significativo que pode ser apenas o início de uma tendência maior.

El Salvador é uma referência no mercado mundial

É claro que especuladores do mercado observam o impacto desse movimento. Em El Salvador e o Reino do Butão já investindo em operações de mineração de Bitcoin, esse os governos podem sair na frente como os próximos grandes impulsionadores do mercado de criptomoedas.

Em resumo, a iniciativa de Wisconsin é um lembrete do potencial do Bitcoin nos círculos financeiros convencionais. Ou seja, à medida que mais instituições e governos reconhecem seu valor, o Bitcoin pode se consolidar como uma reserva de valor global.

A criptomoeda, hoje, representa um ativo estratégico essencial para os portfólios de investimento. Assim, este movimento pioneiro pode ser apenas o primeiro de muitos passos rumo à adoção generalizada do Bitcoin.

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img