sexta-feira, maio 24, 2024
spot_img
HomeBitcoinSegundo maior banco da Europa já está investindo em Bitcoin

Segundo maior banco da Europa já está investindo em Bitcoin

O BNP Paribas, segundo maior banco da Europa, deu um passo significativo no mundo das criptomoedas. Segundo documentos recentes da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), o banco investiu em Bitcoin através do ETF da BlackRock.

A lista de bancos investindo em Bitcoin continua a crescer

O investimento, revelado na última quarta-feira (01), foi de US$ 41.684, aproximadamente R$217 mil, no ETF de Bitcoin da BlackRock, o IBIT. Mas, embora o valor seja pequeno comparado aos US$ 600 bilhões sob gestão do banco, é considerado um marco importante na adoção do Bitcoin pelo BNP.

O analista de ETFs da Bloomberg, Eric Balchunas, sugere que o banco está “testando o terreno” com este investimento inicial em Bitcoin.

Além do BNP, outros bancos, como BNY Mellon, Banco do Brasil, BTG, VP Bank de Liechtenstein e Old National Bancorp, também revelaram recentemente investimentos em ETFs de Bitcoin.

Com mais de 500 instituições devendo divulgar seus investimentos até 15 de maio, prazo final para os registros na SEC, a lista de bancos comprando o criptoativo pode aumentar significativamente.

Por isso, vale destacar que a City Holding, subsidiária do Royal Bank of Canada com US$ 6 bilhões sob gestão, investiu no ETF de Bitcoin da Grayscale no final de abril.

O maior banco estatal da Alemanha anunciou na semana passada que oferecerá serviços de compra e custódia de Bitcoin aos seus clientes nos próximos meses. Enquanto isso, nos EUA, a demanda pela criptomoeda continua a crescer.

Dessa forma, o investimento dos bancos em criptomoedas tem um impacto significativo no mercado financeiro global. As criptomoedas, com o Bitcoin à frente, estão redefinindo as relações econômicas e monetárias

Portanto, a entrada dos bancos no mercado de criptomoedas traz maior legitimidade e confiança às criptomoedas. Assim, acaba atraindo mais pessoas para esse mercado e impulsionando seu desenvolvimento, permitindo que os clientes diversifiquem seus portfólios com ativos digitais

Paulo Cardoso
Paulo Cardoso
Formado pela PUC-RJ (2002) em Jornalismo, com Pós Graduação na ESPM-RJ (2006) em Comunicação com o Mercado. Trabalhou em rádio, jornal, editora de livros como revisor e agências de publicidade como redator, estratégia de negócio e social media. Editorias trabalhadas: entretenimento, futebol, política, economia, petróleo, marketing, negócios, iGaming e tecnologia.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img