sexta-feira, maio 24, 2024
spot_img
HomeAltcoinWorldcoin compartilha informações sobre recentes auditorias em seu protocolo

Worldcoin compartilha informações sobre recentes auditorias em seu protocolo

Confira outras notícias relacionadas à Worldcoin.

Image by wirestock on Freepik

O projeto da Worldcoin tem sido um dos temas de maior debate nesta semana. Nesta sexta-feira (28), em seu blog oficial, a Worldcoin compartilhou informações sobre recentes auditorias realizadas em seu protocolo. Confira mais detalhes a seguir.

Conforme explicado na publicação, as firmas Nethermind e Least Authority realizaram duas auditorias de segurança diferentes no protocolo da Worldcoin.

De acordo com a Worldcoin, o trabalho da Nethermind foi voltado para os smart contracts e dos 26 pontos analisados, 24 “foram identificados como corrigidos após a etapa de verificação, enquanto um foi mitigado e o restante foi reconhecido”.

Já a Least Authority, focou na criptografia do protocolo. Conforme a Worldcoin revela:

“A equipe identificou três problemas e ofereceu seis sugestões, todas resolvidas ou com soluções planejadas.”

Worldcoin

A Worldcoin tem gerado filas ao redor do mundo com pessoas que desejam realizar seus registros biométricos por meio de suas íris nas orbs do projeto. Conforme a Worldcoin revelou em seu site, a previsão é de que 1500 desses hardwares sejam distribuídos em 35 cidades ao redor do mundo.

Recentemente, a Worldcoin também foi anunciada como nova parceira da Ramp Network. Em seu site, a startup compartilha:

“Estamos entusiasmados em anunciar que somos o primeiro provedor global de criptomoedas a oferecer compras diretas de Worldcoin (WLD) para usuários em todo o mundo (com exceção dos EUA). 

A criptomoeda da Worldcoin também foi listada recentemente pela exchange Binance. Confira mais detalhes clicando aqui.

Vitalik Buterin

Também nesta semana, outra figura de destaque do mercado digital, Vitalik Buterin, criador da Ethereum, compartilhou um artigo que escreveu sobre o conceito de prova biométrica de personalidade, envolvido no projeto da Worldcoin.

“a IA vai criar muita abundância e riqueza para a humanidade, mas também pode acabar com o emprego de muitas pessoas e tornar quase impossível dizer quem é humano e não um bot, então precisamos tapar esse buraco (i) criando um sistema de proof-of-personhood realmente bom para que os humanos possam provar que realmente são humanos e (ii) dando a todos um UBI. A Worldcoin é única porque depende de biometria altamente sofisticada, escaneando a íris de cada usuário usando um hardware especializado chamado “the Orb”, afirma Vitalik em um dos pontos de seu artigo.

Confira mais detalhes clicando aqui.

No final de junho, Vitalik também comentou sobre a política americana em relação ao cripto.

Pedro Fonseca
Pedro Fonseca
Jornalista formado pela UNESP-Bauru (2016-2019), com MBA em Negócios Digitais pela USP Esalq (2022-2024). Possui experiência como assessor de comunicação, assessor de imprensa, redator e locutor. Já atuou em iniciativa social e em agência de comunicação, lidando com empresas e personas das áreas de saúde, autodesenvolvimento, tecnologia, empreendedorismo, entre outras.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
- Advertisment -spot_img

últimas notícias

- Advertisment -spot_img